Geraldo Alckmin pode ser o vice perfeito para Lula, em sua corrida presidencial. Daria à chapa do ex-presidente um aspecto de coalizão das forças democráticas contra as forças caracterizadas como reacionárias, retrógradas, etc.

Além disso, como bem apontou um colunista de O Globo há alguns dias, “o tucano é um político conservador e afável à elite econômica. Sua adesão complicaria a vida de quem insiste em descrever Lula como um radical”.


A leitura dos bolsonaristas

Para o bolsonarista “hardcore”, a aliança entre o tucano (embora não esteja mais filiado ao PSDB) Alckmin e o “comunista” Lula parece provar a velha tese do guru Olavo de Carvalho.

Essa tese diz que existem os socialistas radicais, declarados, e os “socialistas fabianos”, disfarçados sob o manto do neoliberalismo. E que os dois grupos apresentam-se como adversários apenas para enganar o povo fazendo-o achar que tem poder de escolha enquanto permanece, na verdade, prisioneiro de uma grande conspiração gramsciana.

Lula-Alckmin seria, portanto, a chapa escancarada do Foro de São Paulo.


A leitura dos petistas

As únicas pessoas no mundo que parecem indignadas e surpresas com a possibilidade de Lula e Alckmin caminharem juntos são os petistas.

O petista mediano se vê como alguém “de esquerda” – quase um Che Guevara pós-moderno – bem diferente do ex-governador “neoliberal de direita”.

O caso é que Lula como presidente e o PT no Congresso, apesar de serem chamados de “comunistas” e de às vezes fazerem alguns discursos mais inflamados, na verdade agem como uma centro-esquerda extremamente moderada.

Alguns até fazem uma defesa radical de pautas identitárias e de outras perfumarias mas, na hora de encarar as grandes questões – economia, por exemplo – o PT é mais próximo de Alckmin ou de Dória do que da autoimagem de “bolcheviques tupiniquins” cultivada por parte de sua militância.

Jornalista, assessor de imprensa, colunista de uma penca de jornais ao longo dos anos. Servidor público federal. Youtuber. Ativista #Redpill e historiador "freestyle". Autor de "Política para Iniciantes" e de outros livros. Site: www.fabiosalvador.com.br

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.