E NA BUNADA NÃO VAI DINHA – 1

Acho que o milico boizão anda fumando erva sem morrugar, pois só isso explica ele querer que o STF, seu inimigo real e imediato, aprove um pedido do seu desgoverno para dar calote nos precatórios para ele criar o programa Auxílio Brasil, um novo nome para o Bolsa Família.

O plano é aumentar o valor do programa e tentar melhorar seu ibope com o sofrido povo brasileiro. Tentem imaginar deus convencendo o diabo a se converter ao cristianismo. O Ministro Alexandre de Moraes provavelmente vai perguntar para ele: “E na bunada não vai dinha?”


E NA BUNADA NÃO VAI DINHA – 2

Já percebendo que o STF não vai dar pão velho para ele, o milico brochável, ao contrário do que dizia na campanha de 2018 de que não aumentaria imposto, fez uma medida provisória aumentando o IOF para pessoas físicas e jurídicas.

Melhor seria ele pedir dinheiro para quem tem, que são os 5% mais ricos do Brasil (eles detém 85% da riqueza do País). Quando falam para ele taxar as grandes fortunas ele diz que é contra porque os ricos não tem culpa de serem ricos.

Sabem o que os ricos iriam dizer para ele se fosse feita esta proposta? “E na bunada não vai dinha?”.


A BOLHA FUROU

Tenho amigos que são excelentes pessoas. Trabalhadores, honestos e fieis a deus, mas muitos deles sempre tiveram incubado no seu âmago um sentimento nazifascista.

Eles nunca participavam da vida política do País pois não tinham coragem de se assumirem de extrema direita. Ser de direita representava ser ignorante, ter mau gosto cultural, ser racista, homofóbico e reacionário.

Com o surgimento das redes sociais, esta frustração reprimida durante anos deu lugar para este sentimento de mágoa se libertar. O computador era a ferramenta certa para eles destilarem seu ódio contra tudo o que ocultamente sempre defenderam. Mas ainda faltava uma referência. Alguém que os representassem.

Aí surgiu a pessoa ideal, um militar fascista. Perfeito. O cara certo na hora certa.

O Brasil passava por um período político turbulento com o impeachment de Dilma Roussef, pela armação da Lava Jato com o apoio das forças de direita derrotadas em 2002 por Lula. Se acovardam dentro de uma bolha e sem nenhum pudor disseminam mentiras para atingir seus adversários políticos e defender um psicopata que eles consideram o enviado de deus, “o Messias”. Só que em pouco tempo a bolha fascista furou.

O povo que parecia anestesiado acordou e sabe qual é o caminho.


E AGORA COBRA VELHA?

Falta um ano para as eleições de 2022. O quadro político de hoje, indicado pelas pesquisas, mostra que o Jair e o Lula vão para o segundo turno. A velha direita que foi a grande responsável pela eleição do milico está entrando em desespero. Não quer Lula e nem o Jair mas não consegue achar um nome que tire o milico da disputa eleitoral pois a esquerda já tem lugar garantido no segundo turno.

A Folha de São Paulo que é a porta voz dos banqueiros e grandes empresários de São Paulo já abriu fogo contra Lula. A Rede Globo está mais cautelosa mas seus articulistas já começaram com a cantilena da terceira via.


SEJA GADO EM 10 LIÇÕES

Olha só o que o Aldrovando, meu cavalo imaginário inventou. Um teste para quem quiser virar gado bolsonarista.
É fácil. Basta preencher o questionário abaixo, marcando “S” (sim) e “N” (não) dentro dos parênteses.

1- Você acredita em deus………..( )

2- Gosta de música sertaneja…..( )

3- É contra os indígenas………….( )

4- Você é contra a vacina………..( )

5- Se acha um nazifascista……….( )

6- Gosta de milico…………………..( )

7- Você é homofóbico……………..( )

8- Tomou cloroquina……………….( )

9- É racista……………………………..( )

10-É contra a Amazônia……………( )

Se você respondeu “sim” em todas as questões, parabéns, você agora é um gado bolsonarista.


COISAS QUE O MILICO ODEIA

Agora que você entrou para a bolha, você tem que seguir algumas regras para não contrariar o mito e seu gado.

COR VERMELHA – Se você é colorado troque de time. Não precisa trocar para o Grêmio. O ideal é o time do Pelotas que é verde/amarelo.

BOMBEIRO – Se você é bombeiro, trate de trocar de profissão. O milico teve fortes “dores de cabeça” no segundo casamento causado por um bombeiro.

LIVROS – Ele detesta livros. Nunca presenteie ele com um livro. Ele já disse várias vezes que nunca leu um livro.

LETRA “C” – Evite pronunciar, perto dele, palavras que inicie com a letra “C”, tipo: China; Cuba; comunismo; corno; covid;

PESQUISA – Quer ver o Jair furioso, fale a palavra “PESQUISA”. Principalmente o Data Folha.

DEUS – Outra coisa que deixa o “milico cornável” irritadíssimo, é dizer que ele é mais vagabundo que deus. A briga é feia mas como deus é mais velho que ele, e nunca fez nada mesmo, é o mais vagabundo.

Hélio Ortiz é professor, produtor cultural, e foi Secretário Municipal da Cultura e Esporte de Viamão durante os governos do PT.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.